Páginas deste Blog

domingo, 4 de julho de 2010

Aproveitando a deixa...


Em menos de 15 dias conversei com 2 submissas (em momentos diferentes) que me perguntaram se eu as colocaria para fazerem sexo com cachorros - animal, zoofilia.

Então, aproveitando a deixa destas conversas me posiciono sobre esta questão.

NÃO sou adepto à zoofilia e, diferentemente das reflexões anteriores onde sempre me mantive numa posição de respeito às idéias contrárias as minhas, neste caso específico, NÃO respeito e DISCRIMINO os adeptos desta forma grotesca de terem prazer sexual.

Eu não consigo ligar esse tipo de comportamento ao BDSM por mais que tentem me convencer do contrário. Além de doentio, é uma violência aos animais. Honestamente, comparo isso ao estupro!

As cadelas com quem tive e/ou tenho prazer sexual são seres racionais (decidem, pensam, analisam, aceitam e fazem isso sem serem obrigadas) e não tem pêlos nem 4 (quatro) patas.

12 comentários:

Mar... disse...

Parabéns querido...adorei sua postura....também tenho horror a isso...se Deus criou o homem e a mulher para procriarem...devemos manter os sexo entre nós...ou Deus mesme teria se encarregado de criar seres estranhos de cruzamentos de homens com animais...Sexo é sublime...são momentos prazerosos vividos por pessoas que sentem tesão por estarem ali realizando e completando um ao outro....

Mandou bem meu Lord...
Ótimo domingo meu querido...saudades de suas visitas....bjs carinhosos..

Anna Rebbecca disse...

saudações SR complicado esse tema,somos humanos sempre queremos ultrapassar barreiras da imaginação da fantasia, e isso reflete o desejo de certas pessoas, tb n sou adpta a essa prática felicidades

Lord Bondage disse...

Sim Anna, ultrapassar barreiras da imaginação e da fantasia, porém dentro da sanidade.
Claro que o tema é complicado, mas se fazem necessárias algumas posições. Você disse não ser adepta dessa prática? Eu digo que não sou adepto à zoofilia, pelo simples fato de não considerá-la prática do BDSM.
Saudações e obrigado!

{Sooli}_DM disse...

Como sempre meu querido,sua opinião é sincera,e a respeito muito,tbm não sou adpta a essa pratica,e tbm não acho uma pratica BDSM.
bjoks lhe gosto.
sooli

nynna disse...

Boa Tarde Sr, fiquei surpresa e feliz com seu post. Como sabe sou totalmente contra zoofilia e estou preparando um post sobre o assunto também. Eu gostei demais por ter sido tão claro na Sua Postura. A impressão que tenho é que em geral as pessoas não querem se posicionar sobre esse tema. Não por ser polêmico, simplesmente por medo de expor opiniões contrárias. Obrigada Querido Sr, por Sua Franqueza e Coragem, bjs carinhosos

¥ nyssa ¥...ÅS disse...

Saudações, LB,

Não sou adepta à zoofilia, nem o Dono/Senhor a quem pertenço. A imensa maioria das pessoas não é.

Se é, ou não, uma preferência passível de ligar-se ao BDSM é um debate longo, não necessariamente útil e/ou obrigatório.
Acho que muita coisa pode ser incluída no jogo de poder entre Tops e bottoms, desde que consensualmente, seja de forma real ou abstrata.

Em nada me agradam as atitudes impostas pelos humanos aos animais, sejam para fins alimentícios, esportivos, industriais, comerciais, culturais, pessoais, religiosos, sexuais, etc.

Mas não são todos crimes, nem doenças.

O não respeito e a discriminação são sempre preocupantes.

Lord Bondage disse...

Nyssa, saudações e meus respeitos.

Obrigado pelo comentário. Concordo com vc que esse assunto é longo e totalmente desnecessário no que diz respeito a incluí-lo nas práticas do BDSM, e ainda acrescento: polêmico.

Quanto ao "NÃO" respeito e a discriminação, a polêmica continua. Quem pratica para mim não respeita o animal, logo pq devo respeitar tal atitude? Sobre discriminar, é outra polêmica. Discrimino a atitude, e se a considero doença, é pq não discrimino o ser humano.

Mas são apenas posições, posturas.

Saudações e

beijos respeitos nyssa.

Você sempre contribuiu de forma muito positiva neste espaço. É sempre muito bem vinda.

Kamille Wolf disse...

Boa noite, Lord Bondage. Definitivamente, concordo em gênero, número e grau com sua colocação. Existem tantas coisas que podem ser feitas dentro do BDSM, tantos fetiches podem ser realizados sem apelar para coisas grotescas e, porque não dizer, nojentas.
Também não costumo me posicionar contrária ao gosto das pessoas mas, nesse caso, não tem como ficar neutra. Parabéns pelas suas palavras.
eskrava K do SENHOR CRUEL

{aninha} do DOM P.A.C disse...

Bom dia SR...
Parabéns pela coragem de expor com clareza sua posição sobre um assunto tão controverso...
Aproveito seu post para expressar que Nem o DONO de mim e eu, somos adeptos desta prática.
Declaro também que a considero uma falta de respeitos aos direitos dos animais. Sendo que os mesmos são desprovidos do direito de escolha...Parabéns mais uma vez por sua postura.
Grata pelo post.

¥ nyssa ¥...ÅS disse...

Lord Bondage,

Agradeço suas boas vindas e receptividade a meus comentários em seu blog.

Voltei aqui também pelo link do blog da {ÍsisdoEgito}JZ, acredito que outras pessoas tenham passado aqui pelo mesmo caminho, muitas silenciosamente.

Sempre que uma postura é rígida, gera polêmica, seja em que polo for. Concluiu muitíssimo bem.

O que eu coloco em questão é o quanto isso impede a expressão, o debate, a elaboração de idéias e o crescimento individual e social no BDSM.

Saudações

{aninha} do DOM P.A.C disse...

Espero que apesar de ter deixado claro minha opinião pessoal e do meu DONO E SENHOR, possa esclarecer também que no nosso meio, o BDSM como em qualquer outro devemos ser democratas e acreditar e lutar pela liberdade. Afinal seria muito contraditório se como praticantes do SM, fossêmos categóricos sobre esse ou aquele assunto... Podemos apenas expressar nossa opinião pessoal...Sem torná-la "verdade absoluta". Pois como diz o poeta Oswaldo Montenegro: "Que as palavras que eu falo
Não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor
Apenas respeitadas
Como a única coisa que resta a um homem inundado de sentimentos
Porque metade de mim é o que ouço
Mas a outra metade é o que calo."

Obrigada novamente pelo espaço que têm dado-nos para expressar nossas opiniões...
Meus respeitos...

Lord Bondage disse...

{aninha}, mais uma vez obrigado pela sua participação.

O que não podemos nunca esquecer é que o fato de estarmos no SM não nos anula como seres sociais. Devemos seim acreditar e lutar pela liberdade, mas também pelos nossos ideiais. Não podemos ser diferentes no BDSM do que somos na vida real. Trazemos aqui pra dentro a nossa consciência, aliás, ela é uma só e o BDSM é mais uma variável a formá-la.
Verdades absolutas não existem, pq nós, seres humanos não somos absolutamente iguais.

Saudações ao Sr. DOM P.A.C.
Beijos respeitosos