Páginas deste Blog

quinta-feira, 31 de março de 2011

Segredos...


Tenho os meus,
Tens os teus,
Alguns compartilhamos,
Outros permanecem em segredo.


Os melhores segredos,
Ainda estão por vir,
São os nossos,
Cúmplices.


Os segredos dos teus desejos,
São os das minhas vontades,
De lhe ter, possuir,
Tomar, usar.


Latentes, fulgentes,
Surgem de dentro para fora,
E invadem sem pedir licença
Unos


Tua servidão é segredo Meu
Minha Dominação é segredo teu
O prazer que surge
É segredo nosso!



Lord Bondage

terça-feira, 29 de março de 2011

Teus medos


Tradução da tua essência submissa
Enigmas a serem desvendados
Unem-se aos teus desejos devassos e legítimos
Semeando o latejar das tuas vontades

Mostram a intimidade da tua coragem
Espaço e tempo tornam-se relativos
Dominada, entregue e possuída
Ontem já não é mais, hoje és minha...
Submissa



Lord Bondage

domingo, 27 de março de 2011

Brincando no blog - desafio!


Recebi uma gostosa brincadeira - um desafio - de três queridas amigas, a shurime a juliette e a iara. São algumas perguntas, e depois repassar para 5 blogueiros(as) que gostam de escrever.

Quantas perguntas pode responder inteligentemente?
Quantas eu achar que as perguntas sejam inteligentes!
Uma dúvida
Sem dúvidas
Uma certeza
A vida
Uma cor
Branco, a junção de todas do espectro
Um desejo
Errar o mínimo possível
Uma virtude
Sou perseverante
Uma frase
Não tente, faça!
Um sonho
Vários... e nunca desistir deles
Um defeito
Sou teimoso
Como este questionário é dirigido para pessoas que escrevem, que significado tem para você uma resposta em branco?
A liberdade de não opinar
Escreve por necessidade ou por aflição?
Por prazer
Coloca música no seu blog?
Sempre coloco, e gosto de mudar
É uma pessoa sentimental?
Sim, muito inclusive
Se desejasse ter um único sentimento, qual seria?
O amor pleno e incondicional
Uma pergunta
Até onde vai a desumanidade do ser humano?
Se desejasse algo, o que pediria?
Paz, em todos os sentidos
Quando escreve, o que sente?
Tesão por poder externar o que sinto, o que penso
É religioso(a)?
Sim
Se não for religioso, em que crê?
Nas crianças
Que espera da vida?
Aprender um pouco mais
Que significado tem para você o amor?
O maior de todos os sentidos da vida
Como se considera como pessoa?
Tenaz, perseverante, porém hoje mais comedido
Tem um blog por quê?
Pelo prazer de expor meus pensamentos
Crê que é uma pessoa em que se reconhece seu valor?
Valores são subjetivos. Reconhecê-los é uma visão muito particular de cada um.
Que espera do amor?
Vivê-lo
E a última pergunta: o que pediria a vida?
Nada... a Vida já me o maior dos presentes: a própria vida.


Os blog´s que repasso são:

http://juliasubmissa.blogspot.com/ - {Júlia}DOMADOR
http://angelikediabolike.blogspot.com/ Angelike Diabolike
http://catlinsub.blogspot.com/ Submissa Catlin
http://lobaderayban.blogspot.com/ A Loba de Ray Ban
http://www.tattourouge1.com/ O Infinito Particular de ÍsisdoJUN

sábado, 26 de março de 2011

Amigas que adoro...

Algumas de minhas amigas... 
E acredito que a foto e o título dizem muito.


sexta-feira, 25 de março de 2011

Pensamentos...



"BDSM pode até ser vicioso, mas quando você se torna um dependente, não conseguindo mais discernir prazer de atos irresponsáveis, virou parafilia. Cuide-se!"

quarta-feira, 23 de março de 2011

Shizen-ryoku



Tiras-te de mim algo adormecido
Sentimento há muito não vivido
União de desejos lascivos e cúmplices
Nativos d’alma, que hoje renascem.
Antítese de uma tese de virtudes
Minhas convicções se transformam
Inquietas, desejosas, famintas.



Lord Bondage

3 anos nirvânicos.



Compartilho com prazer o selo comemorativo de 3 (três) anos do blog "O Infinito Particular de ÍsisdoJUN", leitura obrigatória e recomendadíssima. Afinal não é nada fácil manter um blog com qualidade por tanto tempo. Parabéns Ísis e Sr. JUN.

segunda-feira, 21 de março de 2011

sábado, 19 de março de 2011

Voando nas cordas

Mais fotos da arte de Hikari Kescho. Em dezembro de 2010 publiquei alguns trabalhos dele aqui e, como para mim o Bondage é uma arte em movimento, e nunca acabada, vale a pena ver mais um pouco.





quinta-feira, 17 de março de 2011

Solidariedade

Aos nossos irmãos japoneses deixo aqui a minha solidariedade pelo difícil momento que passam.

Quem são os culpados? Todos nós, em menor ou maior grau, de forma direta ou indireta. A raça humana é culpada! Nós não somos nem nunca seremos maiores que a Natureza. Nós não temos nem nunca teremos mais força que Ela.
 
Mas os japoneses são lutadores... E como a fênix, levantar-se-ão mais fortes, como já fizeram há alguns anos.
 

O Japão e seu povo são como um bonsai (que apesar de ser de origem chinesa, por razões históricas, foi disseminado ao mundo ocidental pelos japoneses), que é a réplica artística de uma árvore natural em miniatura, plantada num pequeno vaso, com pouca terra, representando a união da arte, técnicas, persistência, paciência e tempo.
 

Terra o Japão tem pouca; a arte e a cultura são milenares; paciência e persistência não lhes faltam; técnica e conhecimento existem em abundância.
 
Que muito em breve voltem a sorrir novamente!


Bonsai

Imensurável e mínimo teu encanto,
raiz entranhada na rala terra,
beleza essa, por si não encerra
primoroso pacto, natural da arte.
Antes, virtude plena, vala pequena
por todos os cantos.
E cedo, e sempre, e tarde,
verde artesã da paciência,
eleita maior do punho plantador.
Detalhes pequenos, tão pequenos
de quem planta grande amor.
 
Poema de Damáris Lopes

 

terça-feira, 15 de março de 2011

Bondage: puro tesão!

Já existem ótimos textos na net conceituando e informando a origem do Bondage, de forma que, nas linhas a seguir vou tentar explicitar o meu tesão sobre, e não os aspectos técnicos desta arte.

Minha admiração pelo Bondage, especificamente com o uso de cordas, dá-se pela possibilidade de podermos criar uma obra de arte em uma já existente.

O processo de criação – falo por mim – começa quando você olha, ou pensa em sua submissa e cria nela a imagem daquilo que se quer. Escolher as cordas, a cor, o tipo, as amarrações e depois, como mágica, e também como se as cordas fossem pincéis, ver aquilo outrora imaginado tomando vida é um grande tesão!

Sem nenhuma pressa suas mãos vão carregando e percorrendo o corpo da sua submissa, emoldurando-a. Tanto para o Dominador bondagista como para ela, o momento é único, principalmente quando se faz deste ato, um ritual. A preparação do ambiente (a iluminação com velas, as músicas); a preparação e condução da submissa pelo DOM; a roupa e a forma de como ela é tirada – ou arrancada; enfim, detalhes importantes que fazem a diferença, proporcionando, além do sentimento de confiança, o prazer dela em entregar-se plenamente a cada toque, movimento, palavra – e em alguns casos, no silêncio das palavras – apenas sentindo seu corpo sendo envolvido, apertado, transformado, aguardando que Seu artista use sua obra e sua arte.

Praticar o Bondage não é nada difícil. A democratização das informações pela Internet ajuda, e muito, a qualquer pessoa que queira se iniciar nesta deliciosa arte. O acesso a milhares de fotos é rápido e gratuito, bem como ao de vários sites que disponibilizam vídeos e textos explicando e ensinando as amarrações básicas. Se digitarmos a palavra “bondage” no Google, aparecem, em 0,11 segundos, mas de 67 milhões de resultados. Mas de nada adiantarão teorias se não praticarmos; não se aprende a jogar basquete sentado na arquibancada. “O objeto capacita o indivíduo”.

Com relação às cordas e particularmente aqui no Brasil, temos excelentes materiais, baratos inclusive. É claro que todo bondagista quer ter em sua coleção as tradicionais cordas de cânhamo (fibra resistente fornecida pela planta Cannabis sativa – a tal da maconha), porém como aqui é proibido o cultivo, beneficiamento e comercialização de qualquer produto feito à base desta planta resta-nos recorrer às alternativas existentes. O mercado de cordas, de fibras naturais ou sintéticas, é amplo e, para o Bondage, podemos fazer uso das cordas de poliéster, polipropileno, estáticas ou semi-estáticas, ou cordas de fibras de algodão, sisal ou juta. Destas, particularmente prefiro as de algodão trançadas e juta, por serem mais macias e permitirem nós de boa qualidade. Em práticas onde se realiza a suspensão, as de polipropileno, as estáticas e semi-estáticas são mais aconselhadas, por serem mais resistentes.

Sobre as cores, no caso de cordas sintéticas, não há muito que ser feito: é o que está disponível para venda e ponto final. Mas no caso das cordas de algodão cru, ai é possível usar e abusar da criatividade. Eu por exemplo tinjo minhas cordas (bati um pouco de cabeça até ter encontrado o processo ideal, o que não significa dizer que não socializo isso, ao contrário, depois postarei aqui o que aprendi por “tentativa e erro”), e dou a elas as mais variadas cores.

Eu não me considero um “Bondager” (acabei de criar o termo – rssss), ou um “Mestre” nas cordas, mas apenas um simples bondagista que ainda tem muito a aprender – porém com muito tesão para isso!

domingo, 13 de março de 2011

Momento literário

Recebi um selo com tarefas diferentes e muito agradáveis.


Vamos às tarefas (expostas no selo):

1- Sim, Sem Tesão não há Solução, de Roberto Freire.

2- Não posso escolher apenas um livro, seria injusto comigo mesmo sobre as obras que gosto de reler, e até sobre aquelas que ainda li. Então, vou deixar algumas indicações, já respondendo o item 3.
- O livro de Roberto Freire, acima indicado;
- Misto Quente, de Charles Bukowski;
- O Cavaleiro da Estrela da Guia, de Rubens Saraceni;
- Utopia, de Thomas Morus;
- Conversas com quem gosta de ensinar, de Rubem Alves;
- Estrela Solitária: um Brasileiro chamado Garrincha, de Ruy Castro;
- As vidas de Chico Xavier, de Marcel Souto Maior;
- A Metamorfose, de Franz Kafka;
entre tantos outros bons livros...

4 - Repasso aos blog´s:
- A Loba de Ray-Ban: http://lobaderayban.blogspot.com/
- Delicada Feminilidade: http://delicadafeminilidade.blogspot.com/
- Escravidão de Umbra: http://escravidaodeumbra.blogspot.com/
- Hope Subway: http://hope-desejosdelirios.blogspot.com/
- Masked: http://maskedstory.blogspot.com/
- O Infinito Particular de ÍsisdoJun: http://www.tattourouge1.com/
- Paraíso Tentador: http://paraisotentador.blogspot.com/
- Pestange: http://pestange.blogspot.com/
- Stella Submissa: http://stellasubmissa.blogspot.com/
- Submissa Catlin: http://catlinsub.blogspot.com/
- Uma Lady na sala: http://ladysiri.blogspot.com/

sábado, 12 de março de 2011

Uma leoa na selva de pedra

Cristina sempre foi uma líder. Desde a infância, nas brincadeiras com as amigas, era ela quem decidia o quê e quando fazer. Formou-se em Administração de Empresas e desmanchou um noivado de 3 anos para fazer seu mestrado nos EUA. Lá, faltando 2 meses para a conclusão, fez uma produção independente e retornou grávida. Aos 32 anos já era Diretora de Operações de uma grande empresa aqui no Brasil, supervisionando e controlando centenas de funcionários com maestria.

Não tinha corpo de modelo, mas possuía uma beleza formada por um conjunto de atributos: era sexy, estava sempre bem vestida e cuidada, feminina e muito inteligente. Sim, Cristina despertava muitos desejos, porém eram poucos os que se atreviam a chegar perto dela. Quando queria diversão, era ela quem caçava!

Entre 4 paredes sempre dizia o quê, como e quando queria ter prazer e, ao final, após estar saciada, como uma leoa que era, deixava a carcaça às hienas.

Numa certa noite de sábado com amigos em uma balada, e é claro, de caça, um homem lhe chamou a atenção. Ele estava sentado junto ao bar tomando seu drink, não era bonito nem malhado, usava calça jeans, sapatos, camisa de algodão e um blazer. Tinha um olhar sério e poucas coisas lhe despertavam a atenção. Cristina perguntou entre seus amigos se alguém o conhecia e a resposta sempre foi uma negativa. Como a iniciativa lhe era algo nato, dirigiu-se até aquele homem. Após dar-lhe boa noite foi radiografada dos pés a cabeça por um olhar sério, lento e profundo, que a deixou literalmente incomodada. Feitas as devidas apresentações foi Cristina quem deu rumo à conversa e praticamente contou toda sua vida à aquele homem que havia deixado de ser um estranho para agora ser chamado de Rotief. Ele pouco falou, mas nas poucas vezes sempre foi muito perspicaz e inteligente com as palavras; e durante todo o tempo que ali ficaram, não demonstrou nenhum interesse por Cristina, fatos que despertaram ainda mais seu instinto de caça e posse: “Quero este homem nesta noite”.

E assim aconteceu. Algumas horas depois estavam a caminho de um motel, no carro de Cristina. Durante o trajeto Rotief lhe pergunta:

- Você gosta de mandar, não é? Pela história da sua vida, sempre foi uma líder.
Ao que Cristina respondeu com um sorriso de satisfação:
- Eu sempre consigo o que quero, do jeito que eu quero!
Rotief sorriu e lhe disse:
- Eu também sempre consigo...

Ao entrarem no quarto do motel Cristina jogou sua bolsa sobre uma cadeira e agarrou Rotief pelas abas do blazer, puxando-o para beijá-lo. O que ela não esperava foi uma reação rápida dele, enfiando suas mãos entre os braços dela, abrindo-os, para em seguida dar-lhe um tapa na cara e, sem dizer uma única palavra, puxá-la pelos cabelos e beijá-la. Cristina fazia força para se soltar, e ele a beijava com mais intensidade. Vendo que ela não parava de se debater, puxou-a para trás pelos cabelos e com o dedo indicador na frente de seus lábios, olhando fixamente em seus olhos, lhe disse:

- Eu não me submeto a nenhuma mulher! Não sou maníaco, serial killer, estuprador ou violento. Sou apenas um homem Dominador. Meu nome não é Rotief, me chamo Roberto, mas para você, serei Rotief. Leia-o de trás pra frente. Hoje vou dar-lhe tua submissão. Irá se submeter a mim.

Rotief puxou-a novamente para si, colocando os braços de Cristina para trás. Segurou-os com força com uma de suas mãos enquanto a outra agarrava seus cabelos, trazendo os lábios dela ao encontro dos seus.

Na segunda-feira, antes de iniciar o expediente, Cristina estava em seu toillet particular na empresa retocando a maquiagem para uma reunião de Diretoria quando recebe uma mensagem em seu celular:

- Bom dia minha cadela vadia. Beijos do Teu Dono e Feitor.

Cristina sorri e, na frente do espelho, levanta sua saia e vira-se para admirar as marcas que hoje carrega com orgulho e prazer em sua pele macia e alva.



Lord Bondage

quinta-feira, 10 de março de 2011

Mimosa boca errante


Mimosa boca errante
à superfície até achar o ponto
em que te apraz colher o fruto em fogo
que não será comido mas fruído
até se lhe esgotar o sumo cálido
e ele deixar-te, ou o deixares, flácido,
mas rorejando a baba de delícias
que fruto e boca se permitem, dádiva.


Boca mimosa e sábia,
impaciente de sugar e clausurar
inteiro, em ti, o talo rígido
mas varado de gozo ao confinar-se
no limitado espaço que ofereces
a seu volume e jato apaixonados,
como podes tornar-te, assim aberta,
recurvo céu infindo e sepultura?


Mimosa boca e santa,
que devagar vais desfolhando a líquida
espuma do prazer em rito mudo,
lenta-lembente-lambilusamente
ligada à forma ereta qual se fossem
a boca o próprio fruto, e o fruto a boca,
oh chega, chega, chega de beber-me,
de matar-te, e, na morte, de viver-me.


Já sei a eternidade: é puro orgasmo.



Carlos Drummond de Andrade

terça-feira, 8 de março de 2011

A todas as mulheres!


Há um brilho de faca
onde o amor vier
e ninguém tem o mapa
da alma da mulher
ninguém sai com o coração sem sangrar
ao tentar revê-la
um ser maravilhoso
entre a serpente e a estrela.

(Zé Ramalho - Entre a Serpente e a Estrela)

 

Parabéns à todas as mulheres, que com sua beleza ímpar fazem deste mundo um lugar melhor para se viver, e é claro, nos dão muuuuitoooo prazer... rsss.
 
 


Mães, filhas, avós, amigas, meninas, esposas, companheiras, submissas, cadelas, Dommes, baunilhas, lobas, felinas, donzelas, apimentadas, lindas, alegres, emotivas, amantes, putas, doces, bravas, teimosas, guerreiras, rebeldes, lutadoras, criativas, maravilhosas, fêmeas... Um grande beijo!
 
 
Lord Bondage

Colo


Cravada dentro de ti encontra-se tua natureza submissa.
Ouviste teus desejos, anseios, medos, dúvidas, dores, inseguranças, sonhos e certezas.
Lavaste tua alma com lágrimas de prazer que instintivamente brotavam de dentro de teu ser, para que hoje estejas...
Onde sempre desejou estar.



Lord Bondage

Selo

Pronto, agora tenho um selo pink no blog (kkkkk). Mas  tudo bem, pois recebi de uma pessoa muito querida.

Minha linda menina {catlin}_DS, obrigado pelo carinho e lembrança.


sábado, 5 de março de 2011

Por que te domino.



Entregou-me o que hoje tenho de mais valioso: teus desejos, medos, vontades e sentimentos, e o fizeste conscientemente. Expôs teus limites e limitações: ouvi-os atentamente e te tomei com a condição de que a eles eu não me limitaria, porém não te desrespeitaria.

Meu instinto é voraz, faminto, contudo sobre tua posse, aumentam exponencialmente.

As tuas necessidades: segurança, respeito, carinho e confiança, são por mim supridas sem hesitação. Em troca, deposita em mim, tua submissão.

Não te domino porque sou mais forte ou porque me intitulo um Dominador, mas o faço por que sabes que mesmo quando estás ajoelhada aos meus pés, sempre te colocarei acima de qualquer mulher.

Não te domino porque me destes poder, mas por que conquistei tua confiança, e a partir desta, te fiz minha posse, assim, quando lhe tomo, não peço licença, pois hoje sabes que tua condição é a de pertencer... E tu me pertences!




Lord Bondage

quinta-feira, 3 de março de 2011

X + y = Z



Abasteço-me de teu mel
Brincando com teu corpo
Comendo-te
Deliciando-me
Esporrando-te
Fodendo-te!
Goza no pau do Teu DONO minha puta
Hipnotizada pela entrega
Invadida e imobilizada
Jorra de tua boceta
Kilos, litros, metros de
Líquidos da tua dor
Melada, encharcada
Ninho do Meu prazer
Onde meu falo lateja
Penetrando-te
Querendo-te
Ritmado, descompassado, feroz
Salivando em tua vulva
Tesuda, tenra, carnuda
Usando-te
Vadia deliciosa do DONO!



X = DONO
y = cadela
Z = Nossa D/s




Lord Bondage

quarta-feira, 2 de março de 2011

84 meses de BDSM - Parabéns Domme Amanda

Em comemoração aos seus 7 anos de BDSM, minha mais nova amiga, Domme Amanda, me presenteou com este belo selo comemorativo. Deixo aqui meus parabéns, tanto pela caminhada destes anos, como pelo belo blog - Meus Sonhos e Desejos. Que mais 7x7x7... anos de felicidade e tesão lhe sejam proporcionados.


terça-feira, 1 de março de 2011

Quero-te

Torturada pela própria dor
Elidida diante dos desejos

Queimas por dentro no fogo da entrega
União de medo e vontade
Estranhas e diferentes sensações
Roda viva, roleta russa
Outras tantas coisas...


Lord Bondage